A operadora das coisas

Com investimentos de US$ 50 milhões, a francesa Sigfox e a brasileira WND estão construindo uma rede para conectar objetos.

Sigfox lança sua rede para IoT no Brasil

Com o recente foco do governo brasileiro em Internet das Coisas (IoT) e com projetos já sendo anunciados com LPWA (baixa potência e grande cobertura), a provedora global de serviços de comunicação Sigfox também se posiciona no mercado como alternativa às conexões comuns baseadas em LTE e GSM com seu padrão homônimo e com uso de frequência não licenciada de banda estreita.